Estudante pula de carro em movimento ao se sentir ameaçada por motorista que dava carona

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Uma estudante de 19 anos se jogou de um carro em movimento em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, na noite desta quinta-feira (14), depois de se sentir ameaçada pelo motorista do veículo. Ela pegou carona, por meio de serviço de aplicativo, no Alto da XV, na capital, com destino à Vila Amélia, em Pinhais.

O motorista foi localizado no bairro Tatuquara, em Curitiba, e preso,
Foto: Colaboração.

Por consequência da queda na rua, a jovem sofreu um corte na cabeça e foi levada ao hospital para atendimento médico. O motorista do automóvel foi preso pela Polícia Militar (PM) e encaminhado para a Casa da Mulher Brasileira, na capital, que é responsável por casos de violência contra a mulher.

Por volta das 22h, a jovem solicitou um carro por aplicativo pela modalidade de carona – pela qual é possível oferecer ou pegar carona e dividir os custos do trajeto. Muito abalada, ela contou para a reportagem da Banda B que ia para a casa do namorado.

Logo que entrou no carro, segundo o relato da vítima, ela já achou o comportamento dele suspeito. “Tava meio estranho, falando que o aplicativo não era rastreável. Começou a perguntar meu nome, idade”, disse. O motorista teria mencionado, ainda, o caso de uma moça que teria sido assediada usando o mesmo aplicativo que a jovem.

Mudança de rota

De acordo com a estudante, para ir até a casa do namorado era necessário apenas seguir uma linha reta e, somente mais próximo ao endereço de destino, entrar à esquerda. Mas o motorista teria desviado da rota, o que levou a jovem ao desespero e a pensar que o pior poderia acontecer, como ser vítima de estupro ou ser assassinada, como ela relatou.

“Comecei a implorar para ele seguir reto, a pedir pra ele parar o carro, pra eu descer. E ele disse: ‘Desculpa, moça, mas eu não vou parar’. Aí me joguei do carro. Alguma coisa ele ia fazer.”

Ao sentir que a coisa poderia ficar diferente, ela mandou a localização para o namorado, antes de abrir a porta e pular. “Na via pública, um morador deu apoio pra ela, chamando o 190 e a Guarda Municipal de Pinhais”, contou o cabo Orlei, do 20º Batalhão da Polícia Militar de Curitiba, que foi acionado pela GM, para atendimento.

Segundo o cabo, a jovem estava em choque. “Estava bastante abalada, muito nervosa, chorando bastante. Ela não conseguia falar”, disse. Com apoio da família do namorado, que foi até o local, a estudante foi encaminhada para atendimento médico.

Buscas e prisão

Logo as equipes iniciaram as investigações para localizar o suspeito. Com dados da placa do carro do motorista, a PM apurou que ele seria morador do bairro Tatuquara, em Curitiba. Equipes do 13º Batalhão da PM, responsável pela área, fizeram diligências na região e conseguiram encontrar o rapaz.

Ele foi levado para a Casa da Mulher Brasileira, na capital. Para apolícia, o suspeito negou que tivesse desviado da rota e tentado abusar da passageira. Segundo ele, a moça teria pulado de repente do carro em movimento e que ele não teria entendido o motivo.

A Delegacia da Mulher investiga o caso.



[ad_2]

Fonte: Banda B