Bombeiro matando atual namorado da ex em Curitiba

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Câmeras de monitoramento flagraram o momento em que o soldado Felipe Toledo Caseiro, do Corpo de Bombeiros, invadiu o apartamento da ex-mulher e matou a tiros o atual companheiro dela, Valnei Menegusso. O crime ocorreu na manhã deste domingo (30), em um prédio localizado no bairro Novo Mundo, em Curitiba.

As imagens obtidas pela Banda B mostram, às 10h29, Felipe parado do lado de fora do apartamento da ex-mulher à espera da abertura da porta. Após tocar a campainha e ser atendido, ele entra no apartamento com as mãos dentro dos bolsos da calça.

O soldado entra no imóvel às 10h30, no momento em que uma pessoa abre a porta. Exato um minuto depois, às 10h31, o atual companheiro da também bombeira deixa o apartamento cambaleando enquanto a mulher luta com o ex.

Em seguida, conforme mostram as imagens, Valnei cai no chão ferido. Poucos segundos depois, Felipe atira pelo menos três vezes contra o homem.

A ex-mulher do soldado tenta impedi-lo de continuar com os disparos. Ela, inclusive, joga o próprio corpo contra Felipe e chega a cair no chão. No momento em que o soldado segue em direção a Valnei para efetuar um novo disparo, a mulher desfere um tapa contra o rosto do ex.

O ex-casal entra no apartamento novamente e entra em luta corporal enquanto o corpo de Valnei permanece no chão do corredor do prédio.

Às 10h35, Felipe, ainda armado, sai do apartamento, vai até o corpo de Valnei e o arrasta para dentro do imóvel. Em seguida, ele fecha a porta da residência.

A tragédia

O soldado do Corpo de Bombeiros Felipe Toledo Caseiro, de 35 anos, atirou contra si e morreu momentos depois de invadir o apartamento da ex e agredi-la, além de matar o atual companheiro dela.

A mulher, que é cabo do Corpo de Bombeiros, foi feita de refém até a chegada da polícia no apartamento.

À esquerda, Vitor Menegusso, morto a tiros. À direita, o soldado Felipe Caseiro – Foto: Reprodução

Mais cedo, um morador do prédio, que não quis se identificar, contou à reportagem da Banda B que ouviu pelo menos quatro disparos de arma de fogo no local.

“Eu estava deitado e de repente escutei quatro tiros. Fui olhar na janela da lavanderia e me deparei com um corpo no andar de baixo. Liguei pra polícia e quando voltei pra ver o corpo tinha desaparecido. Ele puxou o corpo pra dentro do apartamento. Quando a polícia chegou teve mais um disparo”, relatou.

Ferida, a cabo foi socorrida com alguns ferimentos a um hospital de Curitiba. Até o momento não há informações sobre o estado de saúde dela.

[ad_2]

Fonte: Banda B