Semop intermedeia diálogo entre moradora do Açude e empresa de ônibus que obstruía garagem do imóvel

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Entrada e saída de veículos ficam nas proximidades do ponto final dos ônibus no bairro

O encontro teve como objetivo evitar que a garagem do imóvel continuasse a ser obstruída pelos ônibus – Foto: Divulgação PMVR.

Volta Redonda- O secretário de Ordem Pública de Volta Redonda, Luiz Henrique Monteiro Barbosa, intermediou conversa entre moradores da Avenida A, no bairro Açude II, nas proximidades do ponto final dos ônibus da Viação Sul Fluminense, e representante da empresa. O encontro, na manhã de sexta-feira, 28, teve como objetivo evitar que a garagem do imóvel continuasse a ser obstruída pelos ônibus.

O caso chegou ao secretário por meio do vereador Renan Cury. “Ele nos informou dos transtornos causados, já que moradora da casa é uma idosa enferma, que necessita receber oxigênio constante, que inclusive é fornecido pela Prefeitura de Volta Redonda, conforme a necessidade”, contou o coronel Henrique.

“Como os ônibus estão sempre estacionados em frente à garagem, o acesso fica impedido”, acrescentou Maxilaine, filha da idosa.

O Setor IV da Unidade de Guarda Comunitária (UGC) foi acionado e compareceu ao local, acompanhado do secretário e do subtenente Amauri. “Entramos em contato com o responsável pela área operacional da Viação Sul Fluminense, Bruno Aguiar, que, com muito profissionalismo e sensibilidade orientou os condutores que estavam no momento. O mesmo pedido será estendido para todos os motoristas que fazem esse percurso”, informou o Henrique.

O inspetor Pereira, responsável pela UGC do bairro, também afirmou que “foi enviado ofício à Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana (STMU), solicitando a pintura de sinalização do asfalto em frente à garagem, bem como à Viação Sul Fluminense, pedindo a compreensão da empresa na conscientização dos motoristas”, declarou.

Ainda de acordo com o secretário Luiz Henrique, “sabemos que o entendimento é a melhor forma e por isso chegamos a esse resultado harmônico. Vamos trabalhar sempre nesse sentido”, afirmou ele.



[ad_2]

Fonte: Diário do Vale