Trajano de Moraes, 1º ano de governo: prefeito Rodrigo Viana fala em entrevista do que já foi feito e próximas ações | Região Serrana

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Cada prefeito responde a dez perguntas sobre metas alcançadas no primeiro ano de governo após as Eleições de 2020, projetos e serviços públicos implementados em diversas áreas que impactam a vida da população, além de ações que ainda precisam ser desenvolvidas nos próximos três anos.

As entrevistas estão sendo publicadas ao longo do mês de janeiro. O objetivo do espaço é contribuir para que os moradores acompanhem o trabalho que vem sendo desenvolvido em suas respectivas cidades.

O g1 Região Serrana, publica, nesta segunda-feira (31), a entrevista com o prefeito de Trajano de Moraes, Rodrigo Viana (DEM). Em novembro de 2020, ele foi escolhido por 3.027 eleitores, sendo reeleito com 42,01% dos votos.

Confira a entrevista abaixo:

1 – De uma forma geral, em termos percentuais, dentro do que estava estabelecido como meta do primeiro ano de governo, o quanto foi cumprido (em termos percentuais), e quais áreas foram priorizadas? Houve mudanças ou remanejamento em relação às prioridades previstas no Plano de Governo? Se sim, pode explicar quais foram as principais alterações, os motivos e como fica daqui pra frente?

Estou no segundo mandato e no Plano de Governo considerei dar continuidade às ações que estavam dando certo, e concluir as obras do mandato passado, e iniciar outras. Ainda neste primeiro ano de governo mantivemos como meta o calendário de pagamento do salário do servidor público municipal e o cartão alimentação que faz gerar renda e trabalho no município. Tivemos um resultado bastante positivo, levando-se em conta um ano de pandemia com muitos desafios. O percentual das metas previstas para o ano de 2021 foi cumprido. Priorizamos os investimentos nas áreas de Assistência Social, Saúde, Obras e Serviços Públicos, Estradas e Rodagem e Educação. Também é meta em nossa gestão, aplicar bem os recursos municipais e desta forma atender a saúde num todo, gerando condições para que a população possa ser bem atendida.

2 – Especifique, pontualmente, quais foram os principais projetos implementados e/ou melhorias realizadas na área da Saúde neste primeiro ano de governo, como, por exemplo, visando maior conforto e celeridade na marcação de consultas e exames para a população, entre outras soluções buscando a qualidade no atendimento na Atenção Básica, urgência, internações, etc?

Foi feita capacitação para auxiliares de saúde bucal, visando à eficácia e melhoria nos serviços prestados à população. Realização de reforma e reparos de alguns Postos de Saúde dando mais conforto aos usuários. Trabalhamos a campanha de vacinação contra Covid-19 dentro dos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. Com mais médicos na rede, os atendimentos a Atenção Domiciliar, Básica e Primária têm avançado visivelmente ao longo deste período. Focamos na vacinação com o objetivo de reforçar as recomendações para evitar a propagação da Influenza. Foi lançada a campanha “Menos balões, e mais ação em prol da qualidade de vida – com foco na prevenção na Saúde da Mulher – um programa inserido dentro da atenção primária. Distribuição gratuita de kit lanches aos pacientes e acompanhantes que precisam sair do município para consultas ou tratamento médico em outras cidades, entre outras ações, como exames para várias especialidades, até com serviço de coleta domiciliar.

3 – Quanto à saúde financeira da cidade, que iniciativas da atual gestão podem ser destacadas? O município tinha ou tem dívida? De quanto? E foi possível saná-la ou reduzi-la com que tipo de ação, caso a cidade se encaixe nesse quadro?

E para garantir a saúde financeira do município, a administração pública tomou medidas para aumentar a arrecadação própria. Atualmente o município está com as certidões em dia, ou seja, trabalhamos de forma que recuperamos a confiança dos fornecedores e limpamos o nome de Trajano de Moraes junto ao CAUC, o Cadastro Único de Convênios do governo federal, habilitando o município para receber recursos de emendas parlamentares, fundos públicos e outras fontes.

Mas o município precisou efetuar algumas adequações dos gastos públicos, mantendo-os em patamares saudáveis para o financiamento público, possibilitando melhores investimentos em áreas estratégicas voltadas para o desenvolvimento municipal.

4 – Neste primeiro ano, o município chegou a investir em tecnologia para melhorar o serviço em algumas áreas? Caso sim, pode especificar? Se não, pretende fazer esse tipo de investimento? Onde e qual a previsão?

Foram feitos investimentos na área de segurança, ou seja, o município tem atualmente câmeras espalhadas em vários pontos, oferecendo segurança à população e agilidade em uma futura abordagem. Outro investimento foi em relação à modernização do sistema de gestão. O sistema trouxe melhorias na arrecadação e na tributação. O contribuinte consegue acessá-lo com facilidade para consultar, por exemplo, de IPTU. A administração municipal também adquiriu novos computadores para uso nas secretarias.

Outro serviço foi à implantação do serviço ‘Fala Cidadão’. Neste a pessoa pode realizar elogio, reclamação, até mesmo uma solicitação de serviço ou reparo que pode ser feita em tempo real. É a comunicação direta com a gestão pública municipal, gerenciada pela Ouvidoria Geral do Município. Com a implantação deste serviço, o trajanense tem atualmente um acesso mais rápido à gestão pública municipal. Desta forma o cidadão terá como compartilhar tudo o que está acontecendo no município em tempo real, e ainda obter a resposta.

5 – A área da Educação passou por um grande desafio com a suspensão das aulas presenciais por conta da pandemia. De que forma a Prefeitura conduziu o ensino e monitorou processos de evasão escolar em 2021? Se houve evasão, existe uma estimativa de quantos alunos abandonaram os estudos no ano passado e o que vai ser feito a partir de agora para mudar esse cenário?

Nas escolas da rede municipal de ensino de Trajano de Moraes, o retorno das aulas no sistema presencial ficou suspenso atendendo somente no sistema remoto, devido à pandemia de Covid- 19. No final do ano, os alunos puderam retornar às salas de aulas no sistema presencial, em um curto espaço de tempo. O município apostou em um protocolo rigoroso para a retomada gradual das atividades presenciais. Foi implantado através da Secretaria Municipal de Educação aulas remotas através de atividades pelo WhatsApp e apostilas impressas, em toda a rede municipal, para que os alunos pudessem estudar na comodidade de suas casas.

A educação municipal aderiu ainda à metodologia de busca ativa. O serviço rendeu bons resultados e fortaleceu visivelmente o vínculo entre estudantes, família e a escola. Com os esforços de gestores e educadores, nenhum aluno ficou sem atividade durante esse período.

6 – Em relação à valorização dos servidores públicos municipais, há ações implementadas ou a serem implementadas nessa área?

A Prefeitura de Trajano de Moraes divulgou no início do ano, o calendário de pagamento dos salários dos servidores municipais referentes aos 12 meses de 2021. A iniciativa busca organizar a vida dos servidores de forma ampla e indiretamente incentivar e fortalecer a economia no comércio local. Mesmo com as dificuldades de queda das receitas causadas pela pandemia da Covid-19, a prefeitura manteve-se pagando em dia o salário. A medida representa planejamento financeiro e valorização dos funcionários públicos. Com o cronograma estabelecido, ficou mais fácil os funcionários organizarem financeiramente os seus compromissos.

Se tratando de gestão com responsabilidade e economia, o Cartão Alimentação do servidor público municipal recebeu um reajuste de 25%, ou seja, a prefeitura injeta por mês R$ 94 mil na cidade. Antes a gestão pública tinha um gasto de R$ 74 mil por mês, ou seja, o valor aumentou em R$ 20 mil. Isso beneficia cerca de 750 funcionários aproximadamente.

7 – Que balanço o município pode fazer quanto às iniciativas nas áreas da Cultura, Meio Ambiente, Transporte público (mobilidade) e Turismo?

Turismo – A Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo convocou os prestadores de serviço do setor do turismo para realizarem o cadastur. Entre os benefícios, estão o acesso a financiamento por meio de bancos oficiais; apoio em eventos, feiras e ações do Ministério do Turismo; incentivo à participação em programas e projetos do governo federal; participação em programas de qualificação promovidos e apoiados pelo Ministério do Turismo; e visibilidade nos sites do Cadastur e do Programa Viaje Legal. O cadastro é simples e rápido, e pode ser realizado na Sala do Empreendedor, no prédio anexo à Prefeitura, na Praça Waldemar Magalhães.

Com o avanço das imunizações por conta da Pandemia Covid-19, a gestão pública de Trajano de Moraes tem apostado veemente no fortalecimento da economia. Um dos caminhos é com relação à ampliação do ecoturismo rural. Um dos pontos que será 100% preparado para o chamado pós-pandemia é o túnel construído para a passagem do trem em 1891 – segundo confirma o site de pesquisa wikipédia. Ainda neste ano, foi inaugurada também a estação de Leitão da Cunha.

Meio Ambiente – Sinalizar e manter informado o cidadão sobre o roteiro turístico, através da instalação de placas. Essa tem sido uma das ações da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio de Trajano de Moraes em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Obras e Serviços Públicos, Transporte e Trânsito e Esporte. Na pauta, um seleto serviço de indicação turística ganha desde o início do mês destaques nas cachoeiras do município.

Cultura – A cultura e a memória de Trajano de Moraes deram outro salto em direção ao conhecimento e à divulgação. Tudo por conta de uma parceria da prefeitura com a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, por intermédio do Sistema Estadual de Museus (SIM-RJ). É que através desta iniciativa, foi possível realizar capacitações em museologia no município. A iniciativa capacitou estudantes e funcionários. O programa de capacitação teve como objetivo levar formação técnica a profissionais de Museologia que cuidam de espaços de memória nas diversas cidades do estado.

8 – Há projetos implementados não contemplados nas respostas anteriores que o prefeito (a) gostaria de mencionar?

Trajano de Moraes é uma cidade que se destaca entre as demais na região, por ser um município em expansão agrícola. O foco é fazer com que a cidade exista para o bem-estar de seus cidadãos. Um dos exemplos é sobre o projeto desenvolvido na Secretaria Municipal de Assistência Social que usou a farinha de trigo como principal ingrediente aplicando gratuitamente um curso de produção de pães caseiros em parceria com a Emater.

Outro sucesso foi o curso de Tecnologia e Elaboração de Doce em Massa, realizados em vários distritos. O objetivo, segundo a secretária da pasta, Juliana Esteves Viana, é que o curso possa ajudar as futuras doceiras a gerar novos conhecimentos teóricos e práticos, e uma possibilidade de futura geração de renda. Como o município de Trajano de Moraes, está entre um dos maiores produtores de banana no Estado, a instrutora ensinou também o processamento que possibilita um melhor aproveitamento da fruta.

Com a finalidade de promover o fortalecimento de vínculos com as futuras mamães, a prefeitura de Trajano de Moraes, através da Secretaria Municipal de Assistência Social promove nos Centros de Referências da Assistência Social – CRAS um momento para as gestantes. Elas receberam um “kit Bebê” com itens para auxiliar nos primeiros dias após o nascimento.

Outra ação que chama atenção são os exercícios praticados pela Terceira Idade. Eles variam desde o alongamento das pernas, até o abrir dos braços. São várias ações em um único propósito: movimentar-se. É tudo pensado para oferecer aos trajanenses, conforto e aquecimento com responsabilidade ao corpo humano. As atividades têm uma duração de 60 minutos, e acontecem sob a orientação do professor Juninho Pinho. O nome certo do treino é funcional.

9 – É possível dizer até cinco principais metas que a Prefeitura pretende alcançar neste o ano de 2022?

Eu e o vice-prefeito Matias Mendes nos reunimos regularmente para juntos conduzirmos a gestão pública municipal, de forma a governar para todos como assim fazemos. Destaco que Trajano de Moraes terá importantes obras e que serão anunciadas no decorrer do primeiro bimestre do ano. Destaco a importância de manter a austeridade financeira para continuar honrando todos os pagamentos de servidores e fornecedores em dia, assim como temos feito desde que assumimos a gestão municipal.

Agradeço o empenho de todos pelo trabalho que está sendo desenvolvido no município e digo que vamos continuar encarando as dificuldades e problemas sempre com a certeza de dias melhores.

10 – E existe uma grande causa no município, que, até o final do mandato, a Prefeitura pretende resolver ou, dependendo da complexidade, criar mecanismos que facilitem a resolução? Ou seja, existe um grande desafio ou um “calo no sapato”, de hoje ou que vem se arrastando há muito tempo no município e que não pode mais ser ignorado?

Nosso município busca de forma diária atender os produtores rurais com melhorias nas estradas para o escoamento da produção agrícola. Esse é um problema que entra ano e sai ano e que temos que resolver, pois Trajano de Moraes tem mais de mil quilômetros de estradas vicinais.

Um dos nossos maiores desafios é com relação à adoção de políticas sustentáveis de geração de trabalho e renda, pois, assim como em toda a região, temos a economia da cidade e das famílias altamente dependente da prefeitura. Acreditamos na qualificação profissional, capacitando os nossos trabalhadores através da Secretaria Municipal de Assistência Social para o mercado de trabalho.

Há diversas questões que precisam ser resolvidas há muitos anos em Trajano de Moraes, mas umas são mais urgentes: a construção asfáltica na RJ-162 saindo de Trajano de Moraes em direção ao distrito de Tapera, divisa com o município de Macaé. Outra ação contempla a construção de uma praça no bairro Floricultura, ampliação do cemitério São João Evangelista na sede, construção de três capelas mortuárias, sendo uma em Barra dos Passos, uma em Visconde de Imbé, e outra em Monte Café.

A pavimentação da Rua Projetada que liga a Rua Ney Fortuna a Rua João Guimarães – área central do município, é outra obra que deverá sair do papel este ano.

[ad_2]

Fonte: G1