Torcedor com tatuagem nazista é expulso de estádio no Rio Grande do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Um torcedor do Brasil de Pelotas, que exibiu uma tatuagem com mensagem nazista nas costas, foi expulso por torcedores no estádio Bento de Freitas, no Rio Grande do Sul, no último domingo (13). A frase nas costas do homem mostrava “Mein Kampf”, “Minha Luta” em português, livro com ideais nazistas escrito por Adolf Hitler.

Além da frase mostrada em imagens, o homem tinha uma tatuagem de “Cruz de Ferro”, símbolo do exército nazista. 

O Brasil de Pelotas se manifestou sobre o caso. “Graças a gerações de xavantes que ao longo de 110 anos nos trouxeram até aqui, o Brasil tem na própria história um instrumento contra qualquer discurso ou ato de discriminação. O amor aos muitos que somos é parte da beleza do clube”, disse a nota.

Recentemente, o apresentador Monark, do Flow Podcast, reforçou a ideia da criação de um partido nazista. O caso teve repercussão negativa, e ele acabou se desvinculando do programa. No Brasil é considerado crime fazer defesa do nazismo, pela Lei 7.716 de 1989.

[ad_2]

Fonte: O São Gonçalo