Finalistas da Bola de Ouro entre homens e mulheres serão anunciados nesta sexta

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

A lista com os 30 nomes que poderão receber o tradicional troféu, que não foi entregue no ano passado devido à pandemia da Covid-19, foi elaborada a partir dos votos de 180 jornalistas de todo o planeta

Yoan Valat/EFEMessi ganhou seis vezes a Bola de Ouro

A revista “France Football” informou que divulgará nesta sexta-feira, 8, os finalistas do prêmio Bola de Ouro, que será entregue em 29 de novembro, com o reconhecimento dos melhores jogadores de futebol do mundo entre homens. A lista com os 30 nomes que poderão receber o tradicional troféu, que não foi entregue no ano passado devido à pandemia da Covid-19, foi elaborada a partir dos votos de 180 jornalistas de todo o planeta. O último a receber o prêmio na categoria masculina foi o atacante argentino Lionel Messi, um dos favoritos desse ano e o maior vencedor, ganhando seis edições. Outros dois nomes em alta são o do polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, e o brasileiro naturalizado italiano Jorginho, do Chelsea. Já entre as mulheres, a disputa se resumirá a 20 finalistas, que serão apontadas por 50 jornalistas. A Bola de Ouro feminina só foi entregue uma vez, quase dois anos atrás, a americana Megan Rapinoe, que defende o OL Reign, dos Estados Unidos.

Confira todos os campeões da Bola de Ouro:

1956: Stanley Matthews (Inglaterra)
1957: Alfredo Di Stéfano (Argentina)
1958: Raymond Kopa (França)
1959: Alfredo Di Stéfano (Espanha)
1960: Luis Suárez (Espanha)
1961: Omar Sivori (Itália)
1962: Josef Masopust (Tchecolosváquia)
1963: Lev Yashin (URSS)
1964: Denis Law (Escócia)
1965: Eusébio (Portugal)
1966: Bobby Charlton (Inglaterra)
1967: Flórián Albert (Hungria)
1968: George Best (Irlanda do Norte)
1969: Gianni Rivera (Itália)
1970: Gerd Muller (Alemanha)
1971: Johan Cruyff (Holanda)
1972: Franz Beckenbauer (Alemanha)
1973: Johan Cruyff (Holanda)
1974: Johan Cruyff (Holanda)
1975: Oleg Blokhin (URSS)
1976: Franz Beckenbauer (Alemanha)
1977: Allan Simonsen (Dinamarca)
1978: Kevin Keegan (Inglaterra)
1979: Kevin Keegan (Inglaterra)
1980: Karl-Heinz Rummenigge (Alemanha)
1981: Karl-Heinz Rummenigge (Alemanha)
1982: Paolo Rossi (Itália)
1983: Michel Platini (França)
1984: Michel Platini (França)
1985: Michel Platini (França)
1986: Igor Belanov (URSS)
1987: Ruud Gullit (Holanda)
1988: Marco van Basten (Holanda)
1989: Marco van Basten (Holanda)
1990: Lothar Matthäus (Alemanha)
1991: Jean-Pierre Papin (França)
1992: Marco van Basten (Holanda)
1993: Roberto Baggio (Itália)
1994: Hristo Stoichkov (Bulgária)
1995: George Weah (Libéria)
1996: Matthias Sammer (Alemanha)
1997: Ronaldo (Brasil)
1998: Zinedine Zidane (França)
1999: Rivaldo (Brasil)
2000: Luís Felipe Figo (Portugal)
2001: Michael Owen (Inglaterra)
2002: Ronaldo (Brasil)
2003: Pavel Nedved (República Tcheca)
2004: Andriy Shevchenko (Ucrânia)
2005: Ronaldinho Gaúcho (Brasil)
2006: Fabio Cannavaro (Itália)
2007: Kaká (Brasil)
2008: Cristiano Ronaldo (Portugal)
2009: Lionel Messi (Argentina)
2010: Lionel Messi (Argentina)
2011: Lionel Messi (Argentina)
2012: Lionel Messi (Argentina)
2013: Cristiano Ronaldo (Portugal)
2014: Cristiano Ronaldo (Portugal)
2015: Lionel Messi (Argentina)
2016: Cristiano Ronaldo (Portugal)
2017: Cristiano Ronaldo (Portugal)
2018: Luka Modric (Croácia)
2019: Lionel Messi (Argentina)
2020: premiação cancelada



[ad_2]

Fonte: Jovem Pan