Não recebeu o Vale-gás em fevereiro? Veja os possíveis motivos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Na última segunda-feira, o Ministério da Cidadania deu início aos pagamentos do vale-gás referentes a fevereiro. O benefício busca amparar famílias em situação de vulnerabilidade, concedendo um auxílio financeiro para custear a compra do botijão de gás de 13 kg. 

Em relação ao valor do vale-gás, o repasse destinado a cada família equivale à metade do preço médio nacional do botijão, correspondendo a R$ 52,00. Os depósitos são realizados nas contas digitais do aplicativo Caixa Tem. 

Conforme o cronograma do benefício, nesta quarta-feira (16), já recebem os beneficiários cujo NIS (Número de Identificação Social) é terminado em 3. Acontece que muitas famílias estão receosas, dado que o dinheiro ainda não caiu na conta.  

Diante disso, confira no decorrer do artigo alguns motivos que podem justificar o não depósito do valor do benefício até então. 

Por que não recebi o vale-gás em fevereiro?

O primeiro passo a ser tomado para tirar essa dúvida diz respeito ao cronograma de pagamentos, ou seja, é preciso se certificar que seu dia de receber o benefício já chegou. Lembrando que o vale-gás é concedido conforme o final do NIS, até então, já foram contemplados com os valores de fevereiro os beneficiários com NIS terminado em 1, 2 e 3, como demonstra o seguinte calendário: 

  • NIS final 1: 14 de fevereiro;
  • NIS final 2: 15 de fevereiro;
  • NIS final 3: 16 de fevereiro;
  • NIS final 4: 17 de fevereiro;
  • NIS final 5: 18 de fevereiro;
  • NIS final 6: 21 de fevereiro;
  • NIS final 7: 22 de fevereiro;
  • NIS final 8: 23 de fevereiro;
  • NIS final 9: 24 de fevereiro;
  • NIS final 0: 25 de fevereiro.

Caso já tenha passado a data em que o benefício seria liberado, será necessário conferir se você se enquadra nas regras de concessão do benefício. Neste sentido, para receber o provento do vale-gás, famílias devem estar enquadradas nas seguintes condições: 

  • Estar devidamente inscrita no Cadúnico
  • Possuir renda mensal per capita igual ou inferior a meio salário mínimo (R$ 606 em 2022); 
  • Famílias que possuem um integrante beneficiário do BPC/Loas também tem direito de receber; 
  • Segundo as normas do programa, terão prioridade nos pagamentos, mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência.

Ainda sim, cabe ressaltar que nem todos que possuem atendem todas as regras do vale-gás estão recebendo os repasses, de modo que é preciso aguardar que o Ministério da Cidadania selecione o seu nome. Para saber se você está incluído na folha de pagamento do benefício, basta acessar o aplicativo oficial do vale-gás nacional.  

Conforme o referido ministério, todos os meses devem ser incluídos novos beneficiários, para além dos atuais 5,4 milhões de contemplados. Contudo, não se sabe ao certo qual vai ser o nível de entradas. 

Por fim, o benefício pode ter sido suspenso. Isto ocorre, caso seja encontrado alguma irregularidade no cadastro do beneficiário, ou descumprimento de algum requisito exigido no programa. Ao que tudo indica, esta é a situação de uma minoria das famílias contempladas.

[ad_2]

Fonte: Jornal Contábil