Mais de 150 concursos públicos com inscrições abertas reúnem 23,8 mil vagas no país; veja lista | Concursos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Pelo menos 151 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (31) e reúnem 23.810 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 20.530,01 na Universidade Federal de Uberlândia.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Entre os concursos abertos em órgãos federais, estão:

Há ainda concursos em Defensoria Pública, Ministério Público e Polícia Militar em vários estados.

Nesta segunda-feira, pelo menos 6 órgãos abrem o prazo de inscrições para 86 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 12.213,70. Veja abaixo as informações de cada concurso:

Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB)

  • Inscrições: até 09/03/2022
  • 20 vagas
  • Salários de até R$ 12.213,70
  • Cargos de nível superior
  • Veja o edital

Faculdade de Tecnologia de Santana de Parnaíba (Fatec)

  • Inscrições: até 14/02/2022
  • 1 vaga
  • Salário de R$ 31,03/hora
  • Cargo de nível superior
  • Veja o edital

Faculdade de Tecnologia Shunji Nishimura – Pompeia (Fatec)

  • Inscrições: até 14/02/2022
  • 1 vaga
  • Salário de R$ 31,03/hora
  • Cargo de nível superior
  • Veja o edital

Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO)

  • Inscrições: até 07/03/2022
  • 35 vagas
  • Salários de até R$ 8.912,97
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Santa Rosa do Purus (AC)

  • Inscrições: até 03/02/2022
  • 1 vaga
  • Salário de R$ 3.000,00
  • Cargo de nível superior
  • Veja o edital

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ-RS)

  • Inscrições: até 04/03/2022
  • 28 vagas
  • Salários de até R$ 7.352,93
  • Cargos de nível superior
  • Veja o edital

[ad_2]

Fonte:G1