Polícia Civil faz operação pelo caso de meninos desaparecidos no Castelar, em Belford Roxo, e cumpre 56 mandados

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira uma operação na Comunidade do Castelar, em Belford Roxo, para cumprir 56 mandados de prisão contra envolvidos nas mortes dos meninos Lucas Matheus (9 anos), Alexandre da Silva (11) e Fernando Henrique (12). Eles desapareceram em dezembro do ano passado, após saírem de casa para brincar em um campo de futebol de Areia Branca, também em Belford Roxo. A polícia espera finalizar o inquérito.

Lucas, Alexandre e Fernando Henrique estão desaparecidos desde 27 de dezembro
Lucas, Alexandre e Fernando Henrique estão desaparecidos desde 27 de dezembro Foto: Reprodução

Até o momento, 31 pessoas foram presas, segundo o “Bom Dia Rio”, da TV Globo. Cinco dos homens que tiveram os mandados de prisão expedidos teriam ligação com a morte dos meninos. Os crimes teriam sido motivados pelo furto de passarinhos que pertenceriam a um traficante.

A Civil afirma que finalizará o inquérito, em andamento na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), nesta quinta-feira. Ao menos 250 policiais de diversas especializadas estão na operação.

Relembre do caso

Lucas Matheus, de 9 anos, Fernando Henrique, de 12, e Alexandre Silva, de 11, desapareceram no dia 27 de dezembro, no Bairro Areia Branca, em Belford Roxo. O caso foi denunciado ao Comitê contra o Desaparecimento Forçado da Organização das Noções Unidas (ONU).

Em câmeras de seguranças de ruas próximas de onde os meninos moravam, no Morro do Castelar, foi possível identificar os três caminhando em direção à feira do bairro. No depoimento das testemunhas para a Polícia Civil, pelo menos duas confirmaram a passagem dos garotos pelo local.

A Polícia Civil afirmou, em setembro, que trabalha com a hipótese de que os meninos foram mortos por traficantes do complexo onde moravam.

[ad_2]

Fonte: Fonte: Jornal Extra