Com poucas doses, Volta Redonda prioriza gestantes e crianças na vacina contra gripe

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Vacinação será centralizada na UBSF Vila Mury; imunossuprimidos e puérperas também serão priorizados

Volta Redonda – A vacinação contra o vírus Influenza, causador da gripe, será concentrada na UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) Vila Mury, a partir desta quinta-feira, dia 9. Há poucas doses do imunizante no município, por isso, a Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vai priorizar a vacinação de gestantes, puérperas, imunossuprimidos e crianças – que precisam fazer a segunda dose.

A unidade funciona com horário estendido para vacinação das 08h às 21h. Toda a população acima de seis meses pode receber o imunizante, principalmente, quem ainda não se vacinou este ano. Para receber a vacina é necessário apresentar um documento de identidade e a caderneta de vacinação. O Ministério da Saúde suspendeu o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas contra a gripe e Covid-19.

A Prefeitura já solicitou ao governo do estado do Rio de Janeiro novas remessas de vacinas para reposição dos estoques, porém ainda não há previsão de entrega.

O coordenador da Vigilância em Saúde de Volta Redonda, médico sanitarista Carlos Vasconcellos, citou que a população deve manter os cuidados preventivos como o uso de máscara e a higienização das mãos. Além disso, Vasconcellos orientou que pessoas com sintomas gripais procurem atendimento médico.

“A população deve continuar com o uso de máscara, mantendo também a higiene das mãos. As pessoas quem forem viajar para fora da cidade devem redobrar as medidas de prevenção. Em caso de sintomas gripais, a orientação é procurar uma unidade de saúde ou um pronto atendimento para realizar exames, incluindo o teste para Covid-19”, comentou o médico.

Foto: Arquivo



[ad_2]

Fonte: Diário do Vale