São Gonçalo segue vacinação contra covid-19 neste sábado (29)

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Crianças com mais de 8 anos podem se vacinar, neste sábado (29), nas clínicas Dr. Zerbini, no Arsenal, e na Gonçalense do Mutondo, das 8h às 12h. As crianças entre 5 e 7 anos com comorbidades ou deficiência permanente também podem se vacinar, assim como todos os gonçalenses com mais de 12 anos.

O calendário das crianças vai baixar uma idade por dia: crianças de 7 anos no dia 31 de janeiro; de 6 anos, no dia 1º de fevereiro, chegando aos 5 anos na próxima quarta-feira, dia 2 de fevereiro. A Secretaria de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo usa CoronaVac e Pfizer pediátrica na vacinação.

Para os jovens de 12 a 17 anos estão liberadas a primeira e segunda doses. E para os gonçalenses com mais de 18 anos, as duas doses e a de reforço. Os imunossuprimidos têm direito a quatro doses. É importante que os gonçalenses cheguem aos pontos de vacinação uma hora antes do término da aplicação da vacina para que o expediente termine no horário previsto.

Documentação – Para a vacinação das crianças com comorbidades ou deficiência permanente, os responsáveis devem apresentar laudo médico ou receita da criança. Os comprovantes devem ter, no máximo, um ano de expedição. Para os indígenas, deve-se apresentar a certidão de nascimento indígena emitida pelo órgão responsável. Para todas as crianças, os documentos necessários são: certidão de nascimento ou identidade, cartão do SUS ou CPF e caderneta de vacinação.

Os pais que não tiverem como levar os filhos para a vacinação devem fazer documento por escrito (pai ou mãe) para qualquer pessoa com mais de 18 anos levar a criança até o ponto de vacinação. Neste caso, o genitor que assinar a declaração também deve entregar um documento de identidade com foto para o responsável provar a autenticidade do consentimento. Os pais também devem prestar atenção no intervalo de vacinas. Caso a criança tenha tomado alguma outra vacina, deve-se esperar 15 dias para a vacinação contra o coronavírus.

Acamados – Para as crianças entre 5 e 11 anos acamadas, os responsáveis devem enviar email para: vacina.acamados.sg@gmail.com para solicitar a vacinação em casa com as seguintes informações: nome, endereço, comorbidade ou deficiência permanente, motivo de ser acamado, idade e telefone para contato. 

Jovens e adultos – A segunda dose pode ser aplicada com intervalo de 21 dias. E a dose de reforço é aplicada naqueles que têm mais de 18 anos e quatro meses de intervalo da segunda dose. O imunizante da Janssen é para os gonçalenses com mais de 18 anos e que têm intervalo de mais de dois meses da dose única. A dose adicional dos imunossuprimidos é aplicada naqueles que têm mais de 28 dias de intervalo da segunda dose. E a dose de reforço para os que já tomaram a dose adicional há mais de quatro meses.

Para a aplicação da primeira dose, as pessoas com mais de 18 anos precisam levar carteira de vacinação e cartão do SUS ou CPF. Os menores de 18 anos devem apresentar caderneta de vacinação, cartão do SUS ou CPF, identidade e ir acompanhado de uma pessoa responsável com mais de 18 anos. 

Para a segunda dose, é obrigatório apresentar documento de identidade e o comprovante de vacinação da primeira dose. Para a dose de reforço é necessário levar identidade e comprovante de segunda dose. Para a dose adicional e de reforço dos imunossuprimidos, o comprovante da segunda dose aplicada/dose adicional, identidade e o comprovante/laudo da doença imunossupressora, respectivamente.  

Balanço – Desde o início da campanha, a cidade vacinou 749.209 pessoas com a primeira dose ou dose única. Destas, 22.255 receberam a vacina da Janssen. Ao todo, 645.987 pessoas foram imunizadas com a segunda dose. Com a dose de reforço estão vacinadas 230.305 pessoas. 

Locais de vacinação aos sábados para crianças, jovens e adultos, das 8h às 12h

– Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal

– Clínica Gonçalense do Mutondo

[ad_2]

Fonte: O São Gonçalo