Delegado diz que pode arquivar caso se confirmar que homem achado morto matou a mulher e os tios dela em Macaé | Norte Fluminense

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Segundo o delegado Carmelo Santalucia, a investigação sobre o caso seguirá e não é descartada a possibilidade de outras pessoas envolvidas no crime.

“A investigação prossegue no sentido de saber se ele foi realmente o autor, se agiu sozinho ou se existem outros crimes conexos com outros autores. No momento em que tivermos certeza que ele agiu sozinho o Inquérito Policial deve ser arquivado por extinção da punibilidade pela morte do autor. Caso alguém mais tenha participado responderá pelo crime”, disse o delegado, Carmelo Santalucia.

O corpo de Luciano Alberto de Oliveira foi encontrado na madrugada deste domingo (12), em um quarto de hotel, no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro. O caso foi registrado na 19ª DP na Tijuca.

Os corpos dos três foram encontrados com diversos ferimentos na madrugada deste sábado (12), na Estrada Virgem da Santa, no bairro Virgem Santa. Adina e Assis eram tios de Erica.

Vítimas foram mortas no bairro Virgem Santa, em Macaé — Foto: Redes sociais

De acordo com o IML de Macaé, Erica Suenia Santos Pereira foi morta com diversas facadas no pescoço, tórax e cabeça. Já Adina e Assis, foram mortos com golpes de marreta e sofreram hemorragia cerebral, fraturas de crânio e ação contundente.

Os corpos das vítimas foram sepultados na tarde deste sábado (12), no Cemitério Memorial da Igualdade em Macaé (RJ).

[ad_2]

Fonte: G1