Morre rapper Slim 400, aos 33 anos, após ser baleado nos Estados Unidos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Polícia ainda investiga o que motivou o tiroteio que resultou no falecimento do cantor

Reprodução/Instagram/slim400blk/09.12.2021Slim 400 morreu após se baleado em Los Angeles, nos Estados Unidos

O rapper Slim 400, considerado um nome promissor do hip-hop americano, morreu na noite da última quarta-feira, 8, após ser baleado em Los Angeles, nos Estados Unidos. A polícia local confirmou a informação ao TMZ, mas ainda não se sabe o que motivou o tiroteio e quantas pessoas então envolvidas no caso. O cantor tinha 33 anos e seus pais eram militares na Alemanha, ele mudou para os Estados Unidos quando ainda criança e foi criado em Compton, uma cidade da Califórnia. A carreira como rapper aconteceu mais tarde, quando foi descoberto pelo mesmo selo musical que tornou popular os artistas DJ Mustard e YG.

Vale lembrar que em 2019, Slim escapou da morte após ser baleado nove vezes na cidade em que cresceu. Ele teria sido abordado de surpresa ao ir visitar sua família em Compton. Na época, o artista disse que um de seus familiares arriscou a própria vida para arrastá-lo para um local seguro em meio ao tiroteio. “Eu simplesmente sinto que quando você quer estar aqui e Deus tem um plano para você não há como impedir isso”, disse na ocasião à uma rádio de Los Angeles, conforme divulgado pelo New York Post. Fãs do rapper estão fazendo homenagens nas redes sociais.



[ad_2]

Fonte: Jovem Pan