Última nota de corte parcial divulgada no Sisu não é a definitiva; candidato só saberá se foi aprovado na 3ª feira | Enem 2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

As últimas notas de corte parciais do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2022 foram disponibilizadas à 0h desta sexta-feira (18), na página do programa.

Mas atenção: elas não são atualizadas em tempo real. E, como as inscrições só terminam no fim do dia (23h59), esses índices ainda poderão subir ou cair, sem que os candidatos fiquem sabendo dos novos valores.

  1. João pode conferir, às 15h, qual era a nota de corte parcial do curso de medicina da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) no último balanço divulgado: 809,75 pontos (ampla concorrência).
  2. O estudante tirou, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, 815 pontos. Na última classificação parcial, divulgada na madrugada, ele estava em 18º lugar, de 20 vagas.
  3. Sua aprovação está garantida? Não. Ao longo de todo o dia, mais concorrentes, talvez com notas superiores às de João, poderão se inscrever na Ufes. Com isso, o corte definitivo subirá para 816 pontos, mas não chegará a ser divulgado no site.
  4. João só descobrirá que ficou de fora na próxima terça-feira (22), quando a relação de aprovados for divulgada. Ele poderá tentar se inscrever na lista de espera.

Como funciona a nota de corte?

Para consultar a nota de corte, é preciso selecionar um curso e uma modalidade (ampla concorrência ou algum tipo de cota social) no site do Sisu:

Sistema permite busca por cidade, curso ou instituição de ensino — Foto: Reprodução

Se o candidato estiver logado no site, ele verá também qual a sua posição na lista dos que já se inscreveram:

Por exemplo: um estudante que tenha média de 760 pontos no Enem 2021, nos critérios da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), digita “medicina” na busca. Ele vê que, no campus de Natal, a nota de corte parcial para ampla concorrência é 859,53:

Nota de corte em medicina, na UFRN, era 859,53 — Foto: Reprodução

São 49 vagas. Isso quer dizer que, de todos os que se inscreveram neste curso até 0h de sexta-feira, a 49ª nota mais alta era justamente 859,53. Por isso, ela é considerada a nota de corte parcial.

Se o candidato digitar sua senha, verá no sistema qual a sua colocação: como ele tirou 760 pontos, no momento, está em 150º lugar (exemplo fictício).

Caso ele deseje trocar de curso e escolher um cuja nota de corte parcial seja mais baixa, basta mudar sua inscrição. É possível fazer essas alterações quantas vezes quiser, até esta sexta-feira, quando o processo do Sisu é encerrado. O sistema vai considerar a última marcação feita.

Exatamente por ser um processo seletivo dinâmico, as notas de corte parciais são flutuantes. Sempre à meia-noite, o Ministério da Educação (MEC) atualiza esses balanços.

Nesse exemplo da UFRN: mais estudantes podem optar por esse curso nesta sexta. Se eles tiverem um desempenho ainda melhor no Enem, a nota de corte de 859,53 vai subir. Por outro lado, se alguns desistirem ou trocarem de opção, ela pode cair.

  • Inscrições: 15 a 18 de fevereiro
  • Resultado da chamada única: 22 de fevereiro
  • Matrícula ou registro acadêmico: 23 de fevereiro a 8 de março
  • Manifestação de interesse em participar da lista de espera: 22 de fevereiro a 8 de março
  • Resultados da lista de espera: a partir de 10 de março

[ad_2]

Fonte: Fonte: G1