Trabalhadores poderão sacar o abono atrasado a partir de março

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, foi determinada uma nova data para solicitar o saque do Abono PIS/Pasep referente aos meses trabalhados em 2019.

Até então, o trabalhador que não sacou abono salarial referente ao ano-base 2019, poderia solicitar o resgate do benefício a partir de 8 de fevereiro, todavia, isto agora só será possível a partir de 31 março.

De acordo com os dados, mais de 320 mil trabalhadores não sacaram o PIS/Pasep do ano de referência e podem solicitar a recuperação do benefício. O montante do abono esquecido chega a R$ 208,5 milhões.

Como solicitar a recuperação do abono PIS/Pasep?

A partir do final de março, por meio de documento oficial com foto, trabalhadores poderão comparecer presencialmente nas unidades de atendimento para solicitar a recuperação do PIS/Pasep.

Será preciso ainda pedir a abertura de um recurso administrativo de modo que o abono salarial do ano-base 2019 seja reenviado para Caixa Econômica Federal (no caso de empregados da iniciativa privada) ou Banco do Brasil (no caso de servidores públicos).

Quem poderá sacar o abono atrasado?

De acordo com as regras, é preciso não ter sacado o PIS/Pasep referente aos meses trabalhados em 2019, além de atender às regras determinadas para o benefício. Sobre este segundo ponto, veja as regras de concessão do abono salarial:

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos;
  • Ter trabalhado de carteira assinada, ao menos, 30 dias no decorrer de 2019;
  • Ter recebido uma remuneração de até dois salários mínimos, em média, no ano de 2019;
  • Ter seus dados informados pela empresa devidamente ao RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

Valor do abono PIS/Pasep

De acordo com a legislação, a quantia que poderá ser sacada, é proporcional aos meses trabalhados durante o ano base, no caso em 2019. Dessa forma, quem atuou de carteira assinada durante todos os 12 meses do ano, recebe o correspondente ao salário mínimo vigente (R$ 1.212 em 2022).

Os demais valores serão proporcionais ao novo piso de 2022, de modo que cada mês de trabalho equivale a R$ 101. Confira o valor de acordo com os meses trabalhados abaixo:

  • 1 mês (mínimo de 30 dias) R$ 101,00;
  • 2 meses R$ 202,00;
  • 3 meses R$ 303,00;
  • 4 meses R$ 404,00;
  • 5 meses R$ 505,00;
  • 6 meses R$ 606,00;
  • 7 meses R$ 707,00;
  • 8 meses R$ 808,00;
  • 9 meses R$ 909,00;
  • 10 meses R$ 1.009,00;
  • 11 meses R$ 1.110,00;
  • 12 meses R$ 1.210,44.

Pagamento PIS/PASEP ano base 2020

De acordo com a Caixa, os pagamentos do ano base 2020 serão iniciados em 08 de fevereiro aos profissionais do setor privado e em 15 de fevereiro aos servidores públicos. Primeiro recebem os nascidos em janeiro, depois os aniversariantes de fevereiromarçoabril, maiojunhojulho e assim por diante.

Está precisando um Cartão de Crédito?

Cartão de Crédito Santander SX

Você sabia que o Santander oferece cartão de crédito sem anuidade? Para conseguir o benefício é preciso gastar R$ 100 em compras ou cadastrar CPF e celular como chaves Pix no Santander.

Veja mais benefícios do cartão de crédito Santander SX:

  • Cartão Online: faça compras na internet antes do seu cartão físico chegar
  • Santander Pass: seu cartão em forma de pulseira, tag para relógio e adesivo.
  • Aproximou, pagou.
  • App Way: acompanhe seus gastos em tempo real e controle seu limite de onde estiver.
  • Descontos em diversos parceiros Esfera.
  • Vai de Visa: tenha acesso a ofertas especiais em lojas e restaurantes.
  • Saque de dinheiro no crédito: faça saques na função crédito e pague só quando chegar a fatura.
  • Parcelamento de fatura em até 24x: tenha mais flexibilidade para pagar a fatura do seu cartão.

Veja mais informações sobre o cartão de crédito Santander SX



[ad_2]

Fonte: Fonte: R7