4 maneiras de antecipar o benefício

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

A aposentadoria é o sonho de todo brasileiro que, depois de anos de trabalho, quer ter aproveitar a vida com mais tranquilidade. Após a Reforma da Previdência em 2019, muitas regras mudaram, inclusive no que se refere à influência do tempo de contribuição no benefício.

Dessa forma, é muito importante que o trabalhador não deixe nenhum período trabalhado de fora do cálculo da aposentadoria. Conheça quatro maneiras de aumentar seu tempo de contribuição para conseguir se aposentar mais cedo.

1 – Inclua o tempo de serviço militar

Embora o período durante o qual o trabalhador cumpriu serviço militar obrigatório não entre no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), ele conta para a concessão do benefício. Para incluir esse tempo, o segurado precisa anexar seu certificado de reservista ao processo administrativo de solicitação da aposentadoria.

2 – Aproveite o tempo de aluno-aprendiz

O aluno-aprendiz que estudou em escola técnica também pode adicionar esse período no cálculo, desde que tenha recebido remuneração, mesmo que de maneira indireta. Essa possibilidade consta na súmula 96 do Tribunal de Contas da União (TCU) e na súmula 18 da Turma Nacional de Uniformização (TNU).

3 – Regularize contribuições em atraso

Quando deixa de recolher suas contribuições previdenciárias por determinado período de tempo, o segurado facultativo ou contribuinte individual pode atrasar o recebimento da aposentadoria. Para incluir esse tempo, basta pagar os valores em atraso, seguindo as regras específicas para esse tipo de situação.

4 – Converta o tempo especial em comum

A reforma trouxe a possibilidade de converter tempo especial de trabalho em comum. Isso garante até 40% a mais de tempo de contribuição para os homens e até 20% para mulheres. Entretanto, é preciso ter cuidado para não acabar se prejudicando ao não conseguir completar o período total necessário de tempo especial.



[ad_2]

Fonte: Fonte: R7