Valor do aluguel na cidade de São Paulo diminui 0,75% em 12 meses

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

O Sindicato da Habitação (Secovi-SP) trouxe uma boa notícia para os paulistanos que pagam aluguel. Segundo dados da Pesquisa de Locação Residencial, o preço de novos contratos de locação diminuiu 0,75%, entre dezembro de 2020 e novembro de 2021.

De acordo com o vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Sindicato, Adriano Sartori, a porcentagem atingiu esse nível porque o valor médio do aluguel tem se mantido estável. “Ao longo dos últimos meses, o descolamento entre o IGP-M e o valor do aluguel novo vem diminuindo”, afirmou Sartori.

Ele prevê que o avanço da vacinação fará com que o mercado de locação continue apresentando números positivos no ano que vem.

Valor do aluguel varia de acordo com região de SP

Os valores de aluguéis analisados pela pesquisa mudaram bastante nas cinco regiões da cidade. Um imóvel de 3 quartos na zona Norte, em bom estado, tem um preço de locação médio de R$ 25,15 por metro quadrado. Nos bairros da área Sul, o preço médio do metro quadrado chega a R$ 35,20.

Em novembro de 2021, a modalidade de “fiador” apareceu como o tipo de garantia mais usada pelos inquilinos. O depósito antecipado de três meses de aluguel foi a segunda opção, utilizado por aproximadamente 39% dos moradores de São Paulo.

Conforme o Índice de Velocidade de Locação (IVL), que avalia o número de dias que as pessoas esperam até assinarem o contrato de aluguel, o período de ocupação ficou entre 29 e 79 dias. As casas e os sobrados são alugados em tempo mais rápido: de 29 a 55 dias. Já os apartamentos foram ocupados entre 30 e 79 dias.

O valor da variação analisada pelo Secovi ficou bem abaixo do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que foi de 17,89% para o mesmo período.



[ad_2]

Fonte: R7