Qual o salário de um desenvolvedor mobile?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Atualmente, nota-se o crescimento contínuo do mundo digital e, com este crescimento, algumas profissões crescem simultaneamente, principalmente em relação a profissionais voltados para o setor tecnológico.  

Por conta da alta demanda por profissionais especializados, o desenvolvedor mobile é uma dessas profissões em ascensão no mercado de trabalho, o qual ganha cada vez mais espaço por causa de seu conhecimento técnico específico. 

Por sua vez, é esse conhecimento especializado que viabiliza o desenvolvimento e lançamento de novos aplicativos e sistemas no mercado. Assim, o crescimento digital trouxe ao desenvolvedor mobile a possibilidade de novos mercados de trabalho, bem como abriu o caminho para o empreendedorismo, em que o desenvolvedor poderá prestar serviços sendo uma empresa contratada, e não somente como funcionário CLT.

Para compreender melhor o contexto, neste artigo serão destacados todos os aspectos da atividade do desenvolvedor mobile.

Remuneração do desenvolvedor mobile

O desenvolvedor mobile tem sua remuneração seguindo a senioridade dos seus conhecimentos, ou seja, ela varia conforme o nível de conhecimento do profissional. 

A seguir, há a variação salarial em relação ao mercado atual. Lembrando que estes valores são bases, e cada empresa poderá se basear nas faixa salarial padrão eleita no mercado.

  • Estagiário: faixa salarial entre R$ 1.000,00 e R$ 2.000,00;
  • Desenvolvedor Mobile Junior: faixa salarial entre R$ 2.000,00 e R$ 3.500,00;
  • Desenvolvedor Mobile Pleno: faixa salarial entre R$ 3.500,00 e R$ 4.500,00;
  • Desenvolvedor Mobile Sênior: faixa salarial entre R$ 5.000,00 e R$ 10.000,00.

Dentre as principais atividades e responsabilidades de um desenvolvedor mobile estão as funções de programar, codificar e testar plataformas, bem como efetuar correções ou ajustes de sistemas para atender às necessidades dos usuários, operando manutenções sistêmicas em programas já desenvolvidos.

CLT ou CNPJ?

Conforme exposto anteriormente, existe a possibilidade do desenvolvedor mobile abrir sua empresa e prestar seus serviços como prestador por meio da abertura de um CNPJ. Porém, é preciso avaliar os custos e os prós e contras entre ser CLT X CNPJ

Após essa análise de custo-benefício é que se pode partir para a abertura de uma empresa ou não, visto que como funcionário CLT a empresa será responsável pelas burocracias legais que devem ser entregues aos órgãos competentes, como Receita Federal. Da mesma forma, a empresa também será responsável pelos impostos a serem recolhidos. Por sua vez, nos casos em que o desenvolvedor abre sua empresa, ele será o responsável por estes recolhimentos tributários e entregas das obrigações legais.

Desenvolvedor Mobile pode ser MEI?

O desenvolvedor mobile, após analisar os dois cenários e optar pela abertura de sua empresa, não poderá escolher o MEI como forma de abrir sua empresa, uma vez que o desenvolvedor mobile tem sua atividade classificada como intelectual. 

MEI, apesar de ser uma excelente oportunidade de abrir uma empresa, é um modelo de negócio limitado tanto em aspectos financeiros, permitindo o recebimento de no máximo R$ 81.000,00 por ano, como também tem limites conforme a atividade exercida. Assim, qualquer atividade exercida que esteja classificada como intelectual não poderá ser uma empresa MEI.

Contabilidade e Desenvolvedor Mobile

O desenvolvedor mobile poderá abrir outro tipo de empresa que não seja MEI. Com isso, ele poderá contar com a estrutura de uma contabilidade, o que viabilizará seu crescimento orgânico e controle financeiro. 

Atualmente, existe no mercado a contabilidade online, que vem cada vez mais auxiliando empreendedores a gerir sua empresa, trazendo mais segurança e continuidade ao negócio, uma vez que a contabilidade, além de trazer conformidades legais para a empresa, também auxilia no controle e na gestão. Sem contar que a informação sobre a real situação financeira e econômica da empresa estará à disposição do desenvolvedor para suas tomadas de decisão.

Tributação Desenvolvedor Mobile

Com a impossibilidade de ser MEI, o desenvolvedor mobile deve verificar outras possibilidades legais para abrir sua empresa. Dessa forma, ele poderá ser ME (Microempresa) ou EPP (Empresa de Pequeno Porte). Dentro desses dois tipos de empresas, pode-se utilizar algumas naturezas jurídicas, como: 

1.E.I (Empresário Individual)

Neste formato não há a necessidade de ter sócio para a constituição da empresa. A razão social da empresa precisa ser formada pelo nome do titular, sendo que o patrimônio particular do proprietário fica atrelado ao do negócio.

2.SLU (Sociedade Limitada Unipessoal) 

Também não há necessidade de ter sócios para a constituição da empresa, nem exige que o empresário aplique um valor mínimo de capital. Nesse caso, há a segregação do patrimônio da empresa do patrimônio do empresário.

Além disso, é importante mencionar que esses tipos de natureza jurídica serão tributados pelo Simples Nacional e terão a tributação e obrigações legais simplificadas.

Desenvolvedor Mobile X CNAE

CNAE é a Classificação Nacional de Atividades Econômica, utilizada no Brasil para demonstrar, no momento da abertura, para a Receita Federal, Secretaria Municipal e Estadual, Ministério do trabalho, dentre outros órgãos, o tipo de atividade que será exercida pela empresa. 

Logo, é de fundamental importância a classificação correta das atividades exercidas. Dessa forma, é prestando essa informação no momento da constituição, a partir da determinação do CNAE, que haverá a escolha do regime tributário que deverá ser aplicado naquele tipo de atividade.

A seguir, destaca-se alguns dos códigos CNAE para a atividade do desenvolvedor mobile:

  • 6201-5/01: Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda;
  • 6202-3/00: Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis;
  • 6204-0/00: Consultoria em tecnologia da Informação;
  • 6209-1/00: Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação (não inclui atividades intelectuais, como programação).

Assim, percebe-se a importância da atividade do desenvolvedor mobile, a qual pode ser alavancada por meio da abertura de sua própria empresa. 

Além disso, com o auxílio da contabilidade trazendo segurança e praticidade para o empresário, uma vez que viabiliza a gestão e controle financeiro da empresa, permitindo a redução de custos, identificando o melhor regime de tributação e gerenciando toda a documentação, o desenvolvedor poderá seguir com sua empresa de forma segura e garantir sua continuidade no mercado digital. 

Acesse agora mesmo a página da Contabilizei, confira todas as soluções oferecidas, pacotes e tenha a praticidade do contador online a sua disposição.

Por Guilherme Soares, engenheiro formado pela Universidade de São Paulo com mestrado em administração de empresas pela London Business School.

Original de contabilizei

[ad_2]

Fonte: R7