O que é Capital Social MEI? Entenda como funciona

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Ser MEI não significa necessariamente que não é preciso ter um capital social, ou seja, um investimento inicial para que o negócio possa ser aberto e funcione conforme o esperado.

O que é Capital Social do MEI?

O Capital Social é o valor inicialmente usado para a abertura da empresa, investindo em maquinário, estoque, matéria-prima e outros aspectos para que a empresa possa existir.

Toda empresa precisa de capital social, ou seja, um valor de investimento inicial para a criação do negócio. Não seria diferente com o MEI somente por ser um negócio de menor porte.

Outro ponto importante é que, mesmo sendo uma empresa pequena, o MEI não restringe valor máximo ou mínimo de investimento no capital social.

Portanto, o investimento pode ser feito de acordo com a disponibilidade do empreendedor. Tendo em vista que, o MEI não tem um valor obrigatório de capital social.

Mesmo não tendo um valor mínimo ou máximo obrigatório, é interessante que o proprietário informe qual é o valor inicial de investimento para que a empresa possa funcionar até que se torne rentável.

Como defino o valor do capital social que irei usar no meu MEI?

É muito comum não saber definir o capital social de seu MEI e até mesmo cometer erros por falta de informações sobre esse valor inicial.

Afinal, é algo muito abstrato e difícil de pontuar. Tendo em vista que, depende diretamente de qual é seu nicho de atuação, disponibilidade financeira e outros aspectos.

No entanto, é preciso ter atenção e cuidado com o capital social investido no seu MEI, para evitar equívocos ao declarar o valor investido.

Te daremos um exemplo para facilitar o seu entendimento e para que consiga fazer as suas próprias contas! Suponha que irá abrir um MEI como cabeleireira, para atender suas clientes você precisará investir em:

  • Tesouras;
  • Materiais de pintura dos cabelos;
  • Cadeira para atendimento;
  • Espelhos;
  • Aluguel de um espaço;
  • Luvas, cosméticos e outros materiais descartáveis ou não;
  • Luminárias e bancadas para ambientação de seu salão;
  • Materiais de divulgação de seu trabalho.

Esses são apenas alguns exemplos de materiais que são essenciais para trabalhar na sua área como MEI. O investimento para ter todos esses materiais é justamente o seu capital social.

Ou seja, é o investimento inicial para que seu negócio possa funcionar exatamente como é necessário para começar a atender seus clientes.

O salão pode começar com um investimento alto ou baixo, dependendo de sua disponibilidade. Mas somar todos os valores é fundamental para declarar corretamente.

Capital social é diferente de faturamento do MEI

Suponha que para abrir seu salão de beleza e atuar como cabeleireira precisou investir R$20 mil. Esse é o valor de seu capital social.

O faturamento é o valor obtido a partir de todos os atendimentos que fez no último mês. Ele é diferente do valor inicialmente investido para a abertura de seu negócio.

Confundir o capital social com o faturamento é um equívoco comum de quem está iniciando a regularização de seu próprio negócio.

Além disso, também é importante lembrar que o faturamento é diferente de lucro! E para contar com a melhor ajuda para seu negócio, vale a pena contratar um contador que te oriente.

O curso Contador na Prática é um material completo que orienta contadores a atender as demandas de seus clientes na prática, inclusive para atender quem é MEI.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio. Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar.

Já imaginou economizar de R$50 a R$300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

[ad_2]

Fonte: Jornal Contábil