Funcionários da General Motors paralisam atividades em Sorocaba | Sorocaba e Jundiaí

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Funcionários da General Motors do Brasil, unidade em Sorocaba (SP), paralisaram as atividades na manhã desta quinta-feira (9). Segundo eles, a empresa voltou atrás e barrou uma proposta de reajuste salarial.

Conforme apurado pela TV TEM, as medidas foram aprovadas pelos trabalhadores em assembleia na segunda-feira (6). Entre os pontos discutidos estão o reajuste salarial, o pagamento de um abono extra no valor de R$ 1,2 mil (pago em 12 parcelas de R$ 100), além da antecipação da primeira parcela do 13º salário de 2022 para o mês de fevereiro.

Funcionários da General Motors paralisam atividades em Sorocaba

Funcionários da General Motors paralisam atividades em Sorocaba

No entanto, de acordo com o sindicato da categoria, a GM do Brasil teria realizado uma reunião em caráter de urgência na manhã de terça-feira (7) e, durante a conversa, apresentou uma proposta que reduz o valor do abono em R$ 500.

Outros pontos da proposta incluem um Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 11,08% a partir de janeiro de 2022; antecipação da primeira parcela do 13º salário de 2022 paga em fevereiro e manutenção das cláusulas sociais.

A medida não agradou os funcionários, que decidiram paralisar as atividades por volta das 5h30 desta quinta-feira. A unidade da GM em Sorocaba é distribuidora de peças para montadoras de São Paulo e de outros estados.

De acordo com o Sindicato dos Comerciários de Sorocaba e Região, o grupo afirma que não retomará os trabalhos enquanto a empresa não aceitar a proposta anterior.

O g1 entrou em contato com a General Motors, mas ainda não teve um retorno.

Veja mais notícias da região no g1 Sorocaba e Jundiaí

VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM

[ad_2]

Fonte: G1