Eletrobras adere a acordo de leniência firmado pela CGU

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

A Eletrobras aderiu ao acordo de leniência firmado pela Controladoria Geral da União (CGU), bem como com a Advocacia Geral da União (AGU) com a construtora Andrade Gutierrez.

De acordo com a estatal, o objetivo é ressarcimento, em relação aos empreendimentos dos quais participa, direta ou indiretamente, por meio de suas controladas.

As empresas Eletrobras que estão sendo beneficiadas pelo referido Acordo de Leniência e os respectivos valores a receber, em 16 parcelas anuais a serem corrigidas pela SELIC.

Dessa forma, retornarão para a Eletrobras parte dos recursos que a companhia tem direito, diante dos prejuízos causados pela construtora, decorrentes do esquema de corrupção desvendado pela Operação Lava Jato, garantindo o acesso da companhia às informações e aos documentos obtidos por intermédio do citado Acordo, de forma a avaliar se há outras medidas de ressarcimento cabíveis a serem adotadas, em razão dos atos ilícitos dos quais foi vítima.

Os valores acima ainda não foram reconhecidos nas Demonstrações Financeiras da Eletrobras.

A companhia está na bolsa brasileira (B3) sob o ticker ELET3.

[ad_2]

Fonte: R7