CPF na nota aumenta o score?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

O Score do CPF se trata de uma pontuação relacionada ao histórico financeiro de cada consumidor brasileiro. Esse score é gerado por meio de análises dos órgãos de proteção ao crédito como o SPC e Serasa com base na vida “consumidora” de cada indivíduo.

Essa pontuação é utilizada pelos bancos e financeiras para ajudar a aprovar ou não um pedido de crédito, seja para solicitar um cartão de crédito, um financiamento de carro ou de imóvel ou até mesmo para solicitar um empréstimo.

O score vai de 0 a 1000, onde, quanto mais próximo do 0 maiores são os riscos de inadimplência e consequentemente menores as chances de aprovação do pedido de crédito e quanto mais próximo de 1000 maiores são as chances de aprovação tendo em vista que o risco de inadimplência é menor.

Truques para aumentar o Score

Existem algumas dicas básicas que podem contribuir com que o cidadão consiga aumentar seu score de crédito, sendo elas:

  • Pagar as contas em dia;
  • Pagar o valor total da fatura do cartão e não o mínimo;
  • Abrir seu cadastro positivo no serasa;
  • Tenha contas parceladas e realize os pagamentos sempre em dia (mas não exagere comprando tudo parcelado);
  • Renegocie dívidas em atraso.

Apesar de serem dicas básicas, estas são orientações que realmente funcionam, todavia, muitas pessoas acabam caindo em mitos quanto a diversas outras situações que dizem ajudar a aumentar o score de crédito.

Dentre esses mitos temos o famoso mito de que ao colocar o CPF na notinha após cada compra, o score subirá rapidamente, devido a mostrar que o consumidor está realizando compras e movimentando seu nome. Mas, será que isso funciona?

CPF na nota aumenta o score?

Muita gente pensa que ao colocar o CPF na nota, o score de crédito rapidamente aumentará, no entanto, segundo o órgão de proteção ao crédito, Serasa, isso se trata de um mito, afinal de contas, o CPF na nota não é um procedimento utilizado para calcular o score, ou seja, não tem qualquer impacto com a pontuação.

Ainda conforme divulgado pelo Serasa, para realizar o cálculo da pontuação do score, são utilizados outras informações, como, o cadastro positivo, as negativações, o número de consultas ao CPF por outras empresas, a quantidade de crédito que tal pessoa possui que pode comprometer a renda total e os pagamentos de contas se estão em dia ou não.

Sendo assim, é importante desmistificar que colocar o CPF na nota não vai contribuir com nada para o aumento do seu score, e talvez, caso você esteja fazendo isso e tenha sentido uma melhora, pode ser porque você começou a se policiar e manter o pagamento de suas contas em dia.

E qual a vantagem de colocar o CPF na nota?

Caso você tenha visto que colocar o CPF na nota não aumenta o score, não fique frustrado, afinal de contas, essa prática pode lhe garantir bons frutos.

Primeiro que quando o consumidor insere o CPF na nota, o mesmo está contribuindo com o governo do seu estado, para que o mesmo consiga controlar a tributação fiscal do comércio e do ICMS, contribuindo com o combate a sonegação de impostos, fraudes fiscais e emissão de notas frias.

Ao adicionar o CPF na nota o consumidor também contribui no combate a pirataria, ajudando e incentivando a responsabilidade das empresas com a sociedade.

Além disso, diversos estados do país possuem programas de CPF na nota que podem trazer outras vantagens como:

  • Descontos no IPVA e IPTU como acontece nos estados de São Paulo e Roraima;
  • Prêmios mensais de até R$ 1 milhão (para isso é preciso acessar o site da nota fiscal do seu estado e preencher um cadastro);
  • Doações (por meio de repasses financeiros no tipo de doações destinadas a entidades, ONGs e instituições sociais com o que for arrecadado por meio da ação de colocar o CPF na nota)
  • Resgate de créditos acumulados a cada seis meses.

[ad_2]

Fonte: R7