Apple bate recorde de receita apesar da escassez global de chips | Tecnologia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

A Apple anunciou na última quinta-feira (27) que sua receita do quarto trimestre de 2021 atingiu um recorde de US$ 124 bilhões em meio a uma escassez global de chips.

Essas vendas recordes geraram lucros de US$ 34,6 bilhões contra US$ 28,7 bilhões no mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com o relatório de resultados da empresa.

A empresa se fortaleceu durante a pandemia, à medida que os usuários confiavam em seus produtos e serviços em um momento em que a escassez de chips, problemas na cadeia de suprimentos e os impactos da crise da saúde criavam incerteza.

“Estamos satisfeitos em ver a resposta dos clientes em todo o mundo em um momento em que permanecer conectado é mais importante do que nunca”, declarou o CEO da Apple, Tim Cook, em comunicado.

As vendas de smartphones superaram US$ 71 bilhões, impulsionadas pela forte demanda pelo iPhone 13, especialmente na China.

A participação de mercado de smartphones da Apple no país asiático atingiu o recorde de 23% no trimestre, sendo a marca mais vendida no país pela primeira vez em seis anos, informou a empresa de pesquisa Counterpoint Research na quarta-feira (26).

O negócio de serviços da Apple, que abrange aplicativos pagos como Apple TV+, Apple Music e Apple Fitness, também teve um grande salto.

A receita de serviços aumentou 24%, para US$ 19,5 bilhões. A empresa tem 785 milhões de assinantes pagantes em suas ofertas, um aumento de 620 milhões um ano atrás e 745 milhões no último trimestre.

As vendas de iPads caíram 14%, para US$ 7,25 bilhões, enquanto as vendas de Macs aumentaram 25%, para US$ 10,9 bilhões, e as vendas de acessórios aumentaram 13%, para US$ 14,7 bilhões.

O diretor financeiro da companhia, Luca Maestri, disse que o crescimento da receita diminuirá neste trimestre, devido às taxas de câmbio menos favoráveis ​​e às datas de lançamento de produtos.

[ad_2]

Fonte:G1