Praias da Região dos Lagos recebem Projeto Botinho até o dia 28 de janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Nas praias do Forte, em Cabo Frio; Santo Antônio, em Tamoios; do Centro, em São Pedro da Aldeia; e de Geribá, em Armação dos Búzios, cerca de 600 crianças e adolescentes, com idades entre 7 e 17 anos, participam do Projeto Botinho, uma colônia de férias promovida pelo Corpo de Bombeiros, em todo estado do Rio de Janeiro. Com atividades físicas na areia, aulas sobre preservação ambiental e orientações sobre as condições do mar e primeiros-socorros, o projeto teve início na terça-feira (18) e segue até o dia 28 de janeiro.

O Botinho já é uma tradição do Verão Fluminense. Desde 1963, o projeto alia educação e diversão, com o objetivo de prevenir afogamentos e preservar a natureza. A ação focada na conscientização das novas gerações, conta com a parceria da Prolagos, na Praia do Forte, em Cabo Frio, com a “Estação da Água”, onde os participantes podem se hidratar e um chuveiro para que as crianças se refresquem no fim do treinamento. Após duas semanas, os inscritos recebem um certificado e fazem demonstrações do que aprenderam ao longo do curso.  “Ao aprender, a criança se torna uma multiplicadora de boas práticas. Muito além de uma colônia de férias, o projeto ensina noções de prevenção a acidentes e afogamentos, primeiros socorros.  O apoio da concessionária é essencial para nos auxiliar com o bem-estar das crianças e dos monitores” – afirma o comandante da unidade militar, tenente-coronel Torres.

Essa não é a única parceria entre o 18º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) e a concessionária. Pelo segundo ano consecutivo, as praias do Forte, Peró, Conchas e Foguete, em Cabo Frio; Unamar e Santo Antônio, no distrito de Tamoios; e a Praia Grande, em Arraial do Cabo; contam com uma ação adicional: pulseiras de identificação serão distribuídas para famílias com crianças. A medida visa facilitar e agilizar o acionamento dos responsáveis, caso os menores se percam.

A peça na cor branca conta com espaço para o nome do responsável e telefone para contato, além do brasão da corporação e a marca da empresa. Com a identificação, os banhistas que encontrarem as crianças perdidas podem contatar os responsáveis, permitindo que os salva-vidas mantenham a atenção no mar. Assim como o apoio ao Botinho, a confecção de 5 mil pulseiras impermeáveis, que permitem que as informações se mantenham visíveis mesmo após a criança ter entrado no mar, fazem parte do Plano Verão da Prolagos. “O verão é o período mais desafiador tanto para a nossa operação quanto para o 18º GBM. Como trabalhamos na mesma área de atuação, somamos forças e dividimos o propósito de zelar pelo bem estar da população, garantindo que todos possamos aproveitar a alta temporada da melhor forma” – pontua Pedro Freitas, diretor presidente da concessionária.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para plantaodoslagosrio@gmail.com

  • ©Plantão dos Lagos
  • Fonte: ASCOM / Prolagos
  • Fotos: divulgação