Em um ano de vacinação contra a covid-19, Cabo Frio tem quase 55% da população com as duas doses

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Cabo Frio completa, nesta quinta-feira (20), um ano de Campanha de Vacinação contra a Covid-19. A imunização da população durante esse período contribuiu para o enfrentamento da pandemia, resultando em uma grande melhora no cenário epidemiológico, com queda de quase 100% das internações e redução de óbitos pela doença.

De acordo com a Coordenadoria de Imunização da Secretaria de Saúde, o município alcançou o número de 132.559 pessoas vacinadas com a primeira dose, o que representa 68,9% do público alvo. Com as duas doses foram 104.469 pessoas, 54,3% do público; e com a dose reforço, 17.123 pessoas, 8,9% do público alvo.

“Um ano depois, o tempo mostrou que imunizantes derrubaram a curva de infecções, hospitalizações e mortes. Hoje, enfrentamos uma nova onda. A taxa de positividade dos testes realizados na primeira semana de 2022 foi de 25%, mas o impacto está bem menor na gravidade da doença, graças à vacinação”, explica a secretária de Saúde de Cabo Frio, Erika Borges.

Mesmo com dados que comprovam que o avanço na vacinação diminuiu o agravamento da doença, ainda há mais de 28 mil pessoas que não completaram o ciclo vacinal. Com a primeira dose os números ainda são mais expressivos: 59.834 pessoas, 31,1% do público alvo, não tomaram a vacina.

A coordenadora de imunização, Patrícia Freitas, explica que diversas medidas estão sendo tomadas para facilitar o acesso e melhorar o atendimento para a população, como capacitação dos profissionais de saúde na Atenção Básica, junto com a descentralização dos locais que fazem a aplicação da vacina contra a Covid-19.

No entanto, ela destaca, para que a cidade tenha o controle da disseminação do vírus, o cidadão deve fazer a sua parte, comparecendo nos postos de saúde para se vacinar.

“É muito importante completar o ciclo vacinal, pois aumenta a proteção contra a covid-19. Já a dose reforço ajuda a prolongar a imunização. Quem perdeu o prazo da aplicação, também deve comparecer para se vacinar. O avanço da vacinação é uma ação conjunta e conta também com cada cidadão”, diz Patrícia.

[ad_2]

Fonte: Jornal de Sábado