Começam as obras de restauração do Palácio das Águias, em Cabo Frio

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Tiveram início, em Cabo Frio, as obras de restauração do Palácio das Águias, localizado na Rua Érico Coelho, no Centro da cidade. O restauro está sendo custeado integralmente pelo Banco Itaú, proprietário do imóvel, que vai transferir o local para a Prefeitura após o término da obra. A previsão de entrega do prédio é de cinco meses.

A intervenção está sendo realizada pelo Estúdio Sarasá, que é reconhecido em todo o Brasil por obras de conservação e restauro em monumentos históricos. No portfólio da empresa consta o restauro de prédios históricos, como o Teatro Municipal de São Paulo, os vitrais da Catedral de Brasília e o Museu do Ipiranga.

A negociação para a cessão do espaço à Prefeitura de Cabo Frio foi traçada pelo Governo Municipal em conjunto com o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac). A estrutura é uma das últimas construções remanescentes da paisagem cultural da antiga Rua Direita.

A HISTÓRIA DO PALÁCIO DAS ÁGUIAS

O Palácio das Águias foi construído no final do século XIX e é conhecido com esse nome por existirem três estátuas de águias em sua parte superior, que foram trazidas da França na época da construção. Além dos ornamentos, a parte frontal é constituída por três janelas e portas, e um sobrado de metal. Sua fachada tem traços de arquitetura da época do romantismo, de influência europeia.

O local também é conhecido como “Sobrado do Tutu”, apelido dado a seu primeiro proprietário, Tertuliano Ferreira. A construção foi tombada pelo Inepac em 12 de junho de 1989, após um requerimento realizado por uma Comissão Pró-Conservação do local, que obteve mais de três mil assinaturas. Na época, o documento foi recebido pelo governador Moreira Franco, que publicou o ato de tombamento.

[ad_2]

Fonte: Jornal de Sábado