Nivus e T-Cross terão versão Trendline manual feita no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Há tempos é especulado o lançamento de uma versão manual do Volkswagen Nivus. E não somente isso: uma variante mais barata e com motor 1.0 turbo do up! TSI. Demorou, mas finalmente a Volkswagen oficializou a chegada do modelo, junto de um T-Cross menos potente e mais barato. Ambos serão produzidos no Brasil, mas com um grande porém.

Durante a caravana de apresentação dos SUVs da Volkswagen na Argentina, Martín Massimo, diretor comercial do grupo, confirmou ao site 16 Válvulas o lançamento de Nivus Trendline 170 TSI e T-Cross Trendline 170 TSI. A dupla servirá como variante de entrada dos SUVs da Volkswagen na Argentina e que pode ser replicada parcialmente no Brasil.

A grande diferença em relação às demais versões está no motor. O 1.0 TSI usado atualmente em todas as versões do Nivus e do T-Cross (exceto Highline) entrega 128 cv e 20,4 kgfm de torque. No acerto 170 TSI que era usado no up! TSI são 105 cv e 16,8 kgfm de torque. O motor, no entanto, só é atrelado a uma transmissão manual.

Volkswagen T-Cross Sense [divulgação]
Volkswagen T-Cross Sense [divulgação]

Herdeiros do up! TSI

Há tempos o público demanda por um Volkswagen 1.0 TSI manual desde que o up! se foi. Nivus e Polo são os candidatos mais coerentes dentro dessa proposta. Especialmente porque o T-Cross teve uma versão manual, mas em nada combinava com seu perfil familiar. Em modelos menores, mais baratos e mais (teoricamente) esportivos faz mais sentido.

A grande questão é se a Volkswagen vai vender essas versões Trendline 170 TSI no Brasil – ainda que Nivus e T-Cross sejam produzidos aqui para serem exportados para a Argentina. No caso do Nivus manual faz sentido ter uma versão abaixo de R$ 100 mil para brigar diretamente com o Fiat Pulse 1.3. Além de ter o diferencial de uma versão turbo manual ausente no rival.

Volkswagen up! Xtreme 2021 [divulgação]
Volkswagen up! Xtreme 2021 [divulgação]

Já para o T-Cross, a situação se complica. O SUV compacto já tem a versão Trendline, que substituiu a 200 TSI. Abaixo dela, há a Sense com o motor 200 TSI. Criar um degrau abaixo do T-Cross Sense, que já é mais barato que o Nivus, deixaria o SUV em maus lençóis. Além disso, T-Cross manual nunca vendeu bem e ele está prestes a mudar.

Vale ressaltar que, tanto no caso do Nivus quanto do T-Cross, a versão Trendline destinada à Argentina, terá uma lista de itens de série mais enxuta para custar menor. Resta esperar e torcer para que ao menos o Nivus manual Trendline seja vendido no Brasil e com preços abaixo dos R$ 100 mil.

>>Volkswagen Nivus e T-Cross ganham ACC de série, Polo e Virtus novo A/C

>>Exclusivo: este é o interior do Volkswagen T-Cross 2023

>>Volkswagen Virtus se transforma em Skoda Slavia e tem teto solar

[ad_2]

Fonte: Revista Carro