Ferrari SF90 Spider começa a ser vendido no Brasil por R$ 8,4 milhões

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

[ad_1]

Conversível mais caro à venda no Brasil, o inédito Ferrari SF90 Spider chega ao país por módicos R$ 8,4 milhões. Exatamente o preço de 138 Fiat Mobi Like zero quilômetro. Trazido pela via Itália, importador oficial da marca, o bólido já foi mostrado a potenciais clientes em 10 de fevereiro, mas as vendas começaram somente agora.

Primeiro conversível híbrido da história da Ferrari, o modelo conta com motor 4.0 V8 biturbo de 780 cv. Ele fica combinado a três motores elétricos, sendo dois na dianteira para prover tração integral. Já o terceiro motor elétrico fica entre o V8 e a transmissão automatizada de dupla embreagem de oito marchas.

Ao todo são 1.000 cv e 81,3 kgfm de torque, fazendo com que o SF90 Spider atinja os 100 km/h em 2,5 segundos apenas. Já os 200 km/h chegam em ridículos 7 segundos. Essa joia da Ferrari ainda traz sistemas de condução eDrive (100% elétrico), Hybrid, Performance e Qualify (selecionado para entregar o máximo de performance possível por tempo limitado).

Ferrari SF90 Spider [divulgação]
Ferrari SF90 Spider [divulgação]

Segundo a Ferrari, o SF90 pode rodar até 25 km em velocidade máxima limita de 135 km/h em modo totalmente elétrico. Já com todos os motores funcionando, a velocidade máxima é de 340 km/h. São números impressionantes para um carro que pesa 1.670 kg – equivalente a uma Fiat Toro.

O teto rígido retrátil é o que diferencia a versão Spider da Stradale. Ele conta com pintura preta para compor o design do esportivo e leva 14 segundos para ser aberto ou fechado pelo sistema eletrônico. De resto, o estilo é idêntico, com linhas fortes e agressivas, tendo como destaque o sistema de escape duplo bem no meio da traseira.

Ferrari SF90 Spider [divulgação]
Ferrari SF90 Spider [divulgação]

Como opcional. A Ferrari oferece o pacote Assetto Fiorano com amortecedores Multimatic e mudanças em estruturas da carroceria que passam a usar titânio e alumínio para reduzir o peso total do conjunto em 21 kg. O pacote ainda traz aerofólio em fibra de carbono e pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 homologados para pista.

>>Super Bowl LVI: os melhores comerciais de carros de 2022

>>5 carros que morreram no Brasil em 2021, mas têm outra chance lá fora

>>Os elos perdidos dos carros Opel da Chevrolet do Brasil

[ad_2]

Fonte: Revista Carro